A memória está cheia de vazio

MOVIMENTOS LITERAIS

downloadAlgumas pessoas gostam de comparar a memória com um palácio. Um palácio mental. Imagino logo um lugar suntuoso, limpo, arejado, organizado. Cada cômodo é grande. E em cada um, muitas memórias dispostas – como um museu, talvez.

Mas eu me pergunto, onde está esse grande palácio? Essa memória que também é a fonte do esquecimento, que faz com que eu não me lembre mais do gosto da cuca de banana da minha vó, que faz com que o eu esqueça do som do chinelo do meu pai no corredor de noite. Onde está a memória, que me faz esquecer o que eu comi ontem no almoço ou hoje no café da manhã? E me fez esquecer do meu primeiro dia de aula na UFRJ e de tantos outros dias de aula que se seguiram? A memória de todos os livros que li, cada uma de suas frases? Dos filmes, pelo…

Ver o post original 444 mais palavras

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s