Nossa vida sexual

quando a cidade era mais gentil

832

A intenção do fotógrafo era retratar só a banca de revistas, mas São Paulo deu um jeito de se mostrar nos fragmentos de cidade que aparecem ao fundo.

Alguns desses fragmentos – como as três palmeiras do Anhangabaú, no lado esquerdo – existem até hoje. Outros já desapareceram, como a torre do palacete Prates que abrigava a prefeitura (que se vê entre as palmeiras), ou o antigo prédio do Mappin na praça do Patriarca (à direita, debaixo de um grande anúncio da Ford). Todos eles nos mostram com precisão o local onde a foto foi tirada: a banca ficava na praça Ramos de Azevedo, bem ao lado da cabeceira do viaduto do Chá.

Mas o melhor da foto é poder ver o que São Paulo lia no final dos anos 40. São dezenas de publicações, tanto nacionais (Anuário das Senhoras, Jornal das Moças, Vida Doméstica, O Cruzeiro, Almanaque do Tico-Tico…

Ver o post original 185 mais palavras

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s