De volta ao rumo das coisas….parece que o inicio está se dando pela educação

"A EDUCAÇÃO COMO ESSENCIAL
O Professor e filósofo Renato Janine Ribeiro foi anunciado hoje como o novo Ministro da Educação. Um dos principais pensadores do Brasil contemporâneo, tem obra vasta no campo da cultura política. Seu extenso currículo justifica por si a escolha para um dos postos mais importantes da República. Mas talvez seja a capacidade de identificar a intolerância como categoria política em ascensão no atual momento do país que me faça mais satisfeita com a escolha da Sra. Presidenta. 
Renato Janine é alguém que fala a linguagem da educação e será capaz de pensar sua gestão e seus princípios. Afinal, se subordinarmos o essencial aos pequenos interesses da política diária, estaremos diante da possibilidade maior de nos perdermos das razões pelas quais escolhemos a própria política. E o essencial é a educação.
Para ilustrar um pouco do pensamento crítico de Renato Janine, destaco sua reflexão sobre o que considera o principal dilema ético do Brasil contemporâneo. Em entrevista concedida à ZH de 31/08/2014, afirmou: 
"É justamente o laço social. Estamos vivendo um período no qual nunca houve tanta independência no mundo, tanta liberdade. Posso mencionar exemplos aparentemente tolos, como a invenção do microondas, que permite que cada membro da família jante no horário em que quiser, sem a necessidade de uma reunião familiar. Ou a multiplicação dos televisores, liberando as pessoas para assistir sozinhas ao que quiserem em quartos separados. Ou a pílula anticoncepcional, emancipando o sexo sem o risco da gravidez. Há também o telefone celular, as redes sociais, permitindo que você fale de onde quiser com quem quiser a qualquer momento. Essa liberdade toda individualizou muito as pessoas. Não se presta mais contas a ninguém, praticamente."
Acredito na capacidade transformadora da educação e gosto da idéia de um ministro que se preocupa no quanto as pessoas são capazes de prestarem atenção umas às outras. 
Comemoro a escolha de Janine como professora.
Lembro de mim mesma, ainda muito jovem, diante do olhar de afeto e confiança dos meninos e meninas da 1º série, na Escola Estadual Dr Martins Costa Jr, em Porto Alegre. Naquela sala de aula exerci a imensa responsabilidade de alfabetizar e sinceramente, aprendi muito mais sobre a vida. Este mesmo olhar dirige-se agora ao Professor Janine. Confio imensamente na sua capacidade de retribuir o olhar e prestar atenção nos educadores, nas comunidades, mas sobretudo nas crianças e jovens brasileiros."

A EDUCAÇÃO COMO ESSENCIAL
O Professor e filósofo Renato Janine Ribeiro foi anunciado hoje como o novo Ministro da Educação. Um dos principais pensadores do Brasil contemporâneo, tem obra vasta no campo da cultura política. Seu extenso currículo justifica por si a escolha para um dos postos mais importantes da República. Mas talvez seja a capacidade de identificar a intolerância como categoria política em ascensão no atual momento do país que me faça mais satisfeita com a escolha da Sra. Presidenta.
Renato Janine é alguém que fala a linguagem da educação e será capaz de pensar sua gestão e seus princípios. Afinal, se subordinarmos o essencial aos pequenos interesses da política diária, estaremos diante da possibilidade maior de nos perdermos das razões pelas quais escolhemos a própria política. E o essencial é a educação.
Para ilustrar um pouco do pensamento crítico de Renato Janine, destaco sua reflexão sobre o que considera o principal dilema ético do Brasil contemporâneo. Em entrevista concedida à ZH de 31/08/2014, afirmou:
“É justamente o laço social. Estamos vivendo um período no qual nunca houve tanta independência no mundo, tanta liberdade. Posso mencionar exemplos aparentemente tolos, como a invenção do microondas, que permite que cada membro da família jante no horário em que quiser, sem a necessidade de uma reunião familiar. Ou a multiplicação dos televisores, liberando as pessoas para assistir sozinhas ao que quiserem em quartos separados. Ou a pílula anticoncepcional, emancipando o sexo sem o risco da gravidez. Há também o telefone celular, as redes sociais, permitindo que você fale de onde quiser com quem quiser a qualquer momento. Essa liberdade toda individualizou muito as pessoas. Não se presta mais contas a ninguém, praticamente.”
Acredito na capacidade transformadora da educação e gosto da idéia de um ministro que se preocupa no quanto as pessoas são capazes de prestarem atenção umas às outras.
Comemoro a escolha de Janine como professora.
Lembro de mim mesma, ainda muito jovem, diante do olhar de afeto e confiança dos meninos e meninas da 1º série, na Escola Estadual Dr Martins Costa Jr, em Porto Alegre. Naquela sala de aula exerci a imensa responsabilidade de alfabetizar e sinceramente, aprendi muito mais sobre a vida. Este mesmo olhar dirige-se agora ao Professor Janine. Confio imensamente na sua capacidade de retribuir o olhar e prestar atenção nos educadores, nas comunidades, mas sobretudo nas crianças e jovens brasileiros.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s