A Cultura e a Ciência no Sonho da Praça do Mirante

por Antonio Carlos Pedro

A GVT empresa de transmissão de dados, imagens e voz com sede em Curitiba, resolveu entrar no mercado de São Paulo oferecendo serviço de assinatura de TV digital +Telefonia e Internet. Contratou o Instituto Elos para aplicar a metodologia Oasis com objetivo de engajar os moradores dos bairros com o propósito de operacionalizar o projeto piloto de revitalização de praças públicas localizadas nos bairros aonde a empresa começou explorar o novo mercado. 

A metodologia Oasis consiste em aproximar o Poder Público local, com empreendedores, lideranças comunitárias, executivos de empresas para sonharem um sonho coletivo onde, outros atores locais são chamados a participarem como escolas públicas de particulares, comercio e serviços também são chamados a participar da mobilização. Uma forma inteligente de marketing corporativo para prospecção e ativação de novos mercados, sob a chancela das ações comunitárias e responsabilidade social. Participei da apresentação e das maquetes produzidas pelos grupos de trabalhos, com os sonhos e a discussão sobre a viabilidade de realizá-los. A comunidade quando mobilizada participa, e de modo geral, essas participações iniciam com reclamações generalizadas e semelhantes às na grande maioria das comunidades.  Onde existem associações amigos de bairro, lideranças comunitárias, muitas vezes são alinhadas com a política local, acabam sendo mais promotoras de ações de baixo impacto comunitário, eventos, premiações, campanhas de brinquedos, agasalho e doações para entidades, sempre com presença de lideranças políticas, em busca de fotos “bonitas” para o facebook.

 Slide53

Isso não quer dizer que ações beneficentes não sejam importantes. Na verdade elas acabam sendo pontuais e sem planejamento adequado, quase sempre ficam sob-responsabilidade de poucos colaboradores, de onde os resultados alcançam apenas parcela dos seus beneficiários, que vivem em situação de vulnerabilidade social. Desse modo ações efetivas e continuadas de maior alcance sócio econômico cultural, dada à ausência de planejamento adequado ficam prejudicadas. As reclamações são justas e realistas.  Sempre o abandono do poder público, falta de iluminação, segurança, sinalização, ausência de equipamentos infantis etc.etc., discussões  que invariavelmente acabam se distanciando do foco e se perdendo em ações de varejo, onde cada um isoladamente procura fazer sua parte, tornando mais distante o todo e a causa em si, seja o bem estar coletivo. Nesse ambiente, grupos se digladiam em disputas de pequenos poderes, e favores acabam virando moeda de troca, outros jogando no sentido contrário, manipulam opiniões tentam influenciar decisões, misturam o bem público com o privado e pouco ou nada contribui para o crescimento e bem estar coletivo. Considere-se também a dificuldade em lidar com os novos formatos das relações sociais face às novas tecnologias, e o estabelecimento das regras horizontais coletivos X individual, as peculiaridades das tribos e a diversidade cultural. Nesse caldeirão encontramos também as dificuldades das entidades na interlocução com o Estado, que somente reconhece as demandas através da representatividade jurídica formal. A metodologia aplicada neste projeto piloto aborda estas questões, as dinâmicas sugerem criação de novos grupos entre moradores e incentiva o surgimento de novas propostas e novas lideranças na comunidade.  

 

 As Tribos Urbanas

As tribos espalhadas pelas cidades dos grandes centros urbanos avançam com o desejo de transformações, buscam e redimensionam as suas próprias existências.

Nas Praças o Ponto.

O Encontro, a Cultura e a Ciência.

Há que transbordar dessa experiência viva, fraterna, elegante e serena, a coexistência pacifica e a cultura de paz.  

 

Compartilhando  vivências. Compartilhar é compreender as heranças das tribos de todos os lugares do planeta a partir das que frequentam a Praça, suas características, onde vivem e como construíram seu nicho em termos de arquitetura, enfim, a totalidade das suas expressões culturais. É um bom começo. Sem conhecer como e de que maneira os moradores e frequentadores da praça se inserem no convívio social comunitário,  as ações  iniciadas com o projeto piloto, correm o risco de se  tornarem insatisfatórias do ponto de vista efetivo, podem acabar se tornando paliativos ou maquiagens que se desbotam no tempo. Claro que os resultados existem, mas sofrem na manutenção da qualidade significando em perda de efetiva ação duradoura.  

 Slide13

Essa compreensão poderá fortalecer e estender a revitalização da praça, a renovação d+o espírito fraterno – cidadão entre moradores e usuários e frequentadores. Tem sido possível o convívio harmônico entre as tribos: moradores, frequentadores, visitantes, estudantes, diletantes, turistas casuais, acidentais, crianças, idosos, internautas, alquimistas, poetas, professores, educadores, motoristas de ônibus, tratores, caminhões; artistas, atores, cantores, trabalhadores, senhoras e senhores, equilibristas, fotógrafos, maquinistas, ginastas, iconoclastas, homens e mulheres sem distinção de gêneros.

A Cultura é transformadora 

Por meio da cultura é possível ir de encontro à compreensão dos valores multifacetados que encontramos nas praças espalhadas pelas cidades do mundo. Através da cultura conseguimos transformar os sonhos abstratos em objetos materializados, palpáveis e mensuráveis do ponto de vista da felicidade. As ações proativas da sociedade civil organizada, desde que possuam identidade e estatura organizada para operar frente aos poderes constituídos são eficazes e duradouras.  As ações de design contribuem na formação da estatura organizada do grupo e entende-se como estatura organizada o processamento das informações, tomadas de decisões, de maneira a despertar o encontro da identidade cultural desse território, com as multiculturalidades do  espaço público. A praça. 

 

Slide25

Para materializar ou consolidar algum objeto, produto ou artefato, até mesmo ação comunitária é necessário cumprir a etapa do entendimento do outro. Gerar valores de interdependência, relacionamento e comunhão de ideias, somente assim a propagação gera abundância e a consolidação do projeto.  É a transformação do desejo a partir da ideia abstrata à realização.  Essa utopia própria dos humanos, demasiadamente humanos, deve ser potencializada neste projeto piloto da GVT em prol da comunidade, pois a utopia orienta o desenvolvimento e as transformações das pessoas.  

De inicio pensamos um projeto visionário, tendo como condicionantes as pessoas que habitam ao redor da praça e seus frequentadores, com suas respectivas culturas. Neste momento não nos preocupamos com custos de implantação, mas sim de como essa utopia serve de base para beneficiar um pensamento livre, com o propósito de identificar o que deve ser preservado ou modificado, tendo como principio o bem da coletividade.

 Slide26

Somente uma abordagem utópica permite algumas reflexões e o apontamento de direções para melhorias na praça, pois as ações do Poder Público não são suficientes para proporcionar aos moradores e usuários uma boa qualidade de vida. O que garante esses valores são as ações e atitudes que ofereçam a todos no conjunto moradores/usuários condições de coexistência pacifica, para uma intervenção cultural. [1]Conquistada esta etapa é muito importante desenhar cartografia do território.

[1] Utopia e cidades: proposições

Por Denise Falcão Pessoa

FAPESP – Edit. AnaBlume – 2006

No próximo post a história do Jardim São Paulo, a proposta de gestão cultural – contribuição participativa elaborada pela Iddeia Cultura e Pesquisa para o grupo.

Anúncios

Um comentário sobre “A Cultura e a Ciência no Sonho da Praça do Mirante

  1. Moro no Mirante há 62 anos !!! Sou bairrista e amo muito esse local , onde foi “quintal de casa “ quando criança !!! Sonhei anos e anos com essa Revitalização que ficou ótima !!! Faço parte do Grupo de Trabalho da Cultura e quero transformar o Mirante , num Ponto de Cultura da Zona Norte , podendo assim divulgar os trabalhos de grandes talentos da Zona Norte e de dentro do bairro Jardim São Paulo !!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s