BATE MACUMBA E!E! BATE MACUMBA EA!

BASQUIATEm resposta ao colega Eliseu que enviou mensagem a mim tecendo comentários respeitosos sobre “o” Joaquim Barbosa. Pois é Eliseu! A conduta ilibada foi jogada na lata de lixo da história. Servidor público que utiliza endereço funcional para abrir firma, enviar dinheiro para exterior via cable, agredi a mulher no meio da relação, desmembra e esconde partes de processos, utiliza-se do cargo para encaixar filhote na TV globo, aparece nas TVS ao lado de donos de emissoras, viaja com dinheiro público a passeio , leva jornalista na bagagem para auto promoção. Como acreditar no serviço público, como acreditar na justiça? Não estamos aqui defendendo condenados,nem de um lado nem do outro – apenas o fato de que tenham um julgamento justo com condenações conforme prescreve a lei – a tal da dosimetria inflada para vingança pessoal – fora a parte a justiça, execrável sob todos os ângulos. Enfim…agora que “paladino” ficou isolado em todo o meio jurídico,, OAB, CNBB, CNJ, etc. – Caiu a ficha que deverá ser chamado a público para apresentar a outra parte do processo onde consta uma vasta lista de políticos de outras bandeiras partidárias – coisa que a sociedade de modo geral não ficou sabendo sabendo, graças ao derrame indecoroso, matreiro e interesseiro da mídia, mas o processo original trazia 170 políticos que se utilizaram do dinheiro do Valerioduto. Apenas 40 foram citados. Jogada de marketing estapafúrdia que remete a Ali Babá e os quarenta ladrões. Caixa 2 para campanhas politicas é crime. E todos que cometem crimes, devem ser julgados, devem ter direito de defesa, e se, condenados, cumprirem suas penas com decência e humanidade. Sabemos todos que o processo é muito maior, que muito mais políticos e empresários estão envolvidos, até então, escondidos debaixo do tapete do gabinete do presidente da corte suprema. Enfim…de verdade temos um poder judiciário totalmente comprometido com desmandos, que acoberta seus pares desde muito antes do FHC – Como acreditar num poder supremo com juízes que recebem por fora para aplicar a lei conforme conveniências? Como entender a justiça quando ouvimos de uma suprema juíza: Provas contra eu não tenho. Mas a literatura jurídica me permite condenar. Como acreditar na justiça quando juízes recebem do Instituto Milenium criado e gerido pela TV Globo? Mino Carta já reportou este fato na Carta Capital. Fica claro que a corte não cumpre suas obrigações elementares e distorce os preceitos da Constituição Cidadã de 1988. Caraca! Se ela – a juíza ou a corte não for com a sua cara, ela manda prender. Pronto. Não importa nosso direito sagrado de cidadão. Como entender juiz que mantém contatos com jornalista em feira de domingo na Praça Benedito Calixto? Talvez você não conheça este recanto de São Paulo, mas ali, todos os domingos matinais Arnaldo Jabor e camarilha traçam as pautas da semana. De perto esse juiz é gordo, calça prá baixo da cintura, seboso, com cigarro no lado da boca, filtro babado, uma cena degradante, mais parecida com coronel das matas desmatadas do interior do Brasil onde impera a lei dos jagunços. Na TV a maquiagem esconde a verdadeira face desses homens. Esse homens descumprem as leis que deveriam proteger. A manifestação que não aconteceu escancararia as manobras e erros arrogantes de um desses juízes, até então no cargo de presidente. Este processo AP 470 no meio jurídico e nas cortes internacionais é flagrantemente considerado capenga. É disso que se trata – pelo menos em parte – esse também é um dos motivos que faz o justiceiro colocar a viola no saco, amarelar e declinar do cargo. Renúncia. Graças a Deus, a todos Santos e Orixás. Reforma Politica Já! Regulação econômica dos meios de comunicação sim.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s